sábado, 4 de junho de 2011

Fiordes da Noruega - Porto - Hamburgo

Dia 1 – Porto/Lisboa/Hamburgo



A viagem começou bem cedo. Cerca das 3 da manha estava tudo acordado em casa para rumar ao aeroporto Francisco Sá Carneiro para apanhar o voo TP1951 às 06:05h, com destino a Lisboa. Como o check-in tinha sido feito em casa apenas teríamos que ir deixar a bagagem e tomar um café para acordar. O avião foi o A-320 CS-TNM baptizado de Natália Correia em 2002. A viagem foi curta e correu com toda a normalidade e tranquilidade.

O "nosso" avião

Os aviões estacionados na placa do Sá Carneiro:



Aproximação a Lisboa

Chegados a Lisboa, o tempo para o novo voo era curto e serviu apenas para ler as primeiras páginas dos jornais e consultar a previsão meteorológica para esse mesmo dia para a cidade de Hamburgo, nossa primeira “escala”. De referir que o cruzeiro propriamente dito apenas começaria no dia seguinte na cidade de Kiel, mas como compramos o programa da Nortravel, este incluía acompanhamento de um guia de nacionalidade portuguesa e a pernoita na cidade de Hamburgo com um City-Tour de 3 ou 4 horas pela cidade de Hamburgo.
Pelas 07:50h era hora de seguir rumo a Hamburgo no voo TP562, com o CS-TTN (Camilo Castelo Branco do ano de 1999). Viagem de cerca de 3 horas, com total tranquilidade e nota positiva para a TAP pelo serviço prestado, desde a comida servida, que apesar de ser típica de “avião” estava saborosa (para começar a habituar tivemos direito a salsicha) ao livro para colorir entregue logo na entrada à minha filhota.

O avião

O pequeno almoço servido



Quase a chegar


Movimentos na placa


A gare

Cerca do meio-dia chegamos a Hamburgo, onde tínhamos a Cármen à nossa espera. Na hora pensei que começávamos logo mal porque a “mulher” era tudo menos “portuguesa” e não sei bem explicar porque mas a sua voz irritava-me e sinceramente não gostei das suas explicações durante o City-Tour.



Cármen e uma replica da cidade em metal








O Alster e a Camara Municipal

A Igreja S.Petri


As casas das viuvas

Depois da visita à cidade era tempo de ir para o hotel retemperar forças e acima de tudo tomar um banho porque o sol e os 23ºC de temperatura dentro do autocarro tornavam-se insuportáveis.

O hotel escolhido pela Nortravel foi o “Intercontinental” de Hamburgo. Aparecia anunciado no programa como sendo de 5*, o que achei exagerado. Era um hotel com algum requinte e estilo, renovado recentemente mas notava-se que tinha alguns traços que hoje em dia já não existem em hotéis de 5*. Deve ter sido um dos bons hotéis 5* da cidade, mas noutros tempos, agora em o classificaria com um bom 4*.





A guia “ofereceu-se” a troco de 10€ por pessoa para acompanhar o grupo num restaurante típico alemão. A comida não estava incluída, a ementa não me atraiu e era dia de Portugal - Noruega às 21:00h no Estádio da Luz. O resto da família acusava o cansaço provocado pelo acordar madrugador e optamos por jantar sozinhos no centro de Hamburgo, aproveitando o passeio entre o centro e o hotel. O hotel fica muito bem localizado junto ao lago Alster o que tornava o passeio muito agradável. Surpresa para mim foi o anoitecer tardio nesta cidade já que cerca das 23h ainda tínhamos um “lusco-fusco” que nos seria tão familiar nos dias seguintes.


O lago Alster junto ao hotel

Um efeito curioso tipo arco-iris

Assim a noite terminou no quarto a ver no computador o jogo de futebol, já que não havia RTP Internacional no hotel. Paguei 19,95€ pela ligação à internet e esta seria valida por 24h. Como a qualidade era boa deu para ver o jogo com alguma qualidade e vibrar com a nossa vitória escassa mas importantíssima. (para quem não o souber, ganhamos 1:0, com golo de Hélder Postiga!).

Depois do jogo, dormir que eu próprio estava cansadíssimo!!!

Até amanha…