quarta-feira, 29 de agosto de 2018

Verão 2018 - 29 agosto 2018 – Dia 4 – La Spezia (Itália)


Chegamos sensivelmente a meio do cruzeiro! Mudamos mais uma vez de país, desta vez chegamos a Itália, para revisitar mais uma cidade que já conhecíamos, ou melhor já serviu de ponto de partida para a nossa visita às Cinque Terre!

O programa para o dia era o seguinte:
Como acordamos cedo, aproveitamos para dar uma voltinha pelo navio, mais propriamente por uma zona que não frequentamos regularmente, por ser de acesso exclusivo a adultos, a zona do solário!

Pessoalmente, consideramos esta zona uma das mais bonitas do navio, fruto de uma decoração cuidada e inovadora relativamente aos restantes navios da classe Oásis.

Àquela hora estava deserta, apenas frequentada pelos madrugadores que aproveitavam para dar caminhadas e tirar algumas fotos daquela área.

Especial destaque merece um local, chamado de “King of the World”, um local onde existe um vidro que deixa ver o mar muitos metros abaixo do deck.

Também ficamos fascinados com uma escultura enorme que centraliza as atenções no solário, chamada “Big Wonder”. Lindíssima, então à noite é qualquer coisa de extraordinário.

Depois deste pequeno passeio, passamos pelo buffet para o pequeno almoço e fomos até ao Flowrider para a diversão diária da Beatriz.

Enquanto esperávamos pela Virgínia, e como não estava ninguém no court desportivo, fomos até lá lançar umas bolas ao cesto, mesmo não estando com a indumentária correta.


Inicialmente, não tínhamos previsto sair do navio em La Spezia, mas a necessidade de comprar calças compridas para a Beatriz e a Sofia poderem patinar no gelo (era obrigatório usar roupa a tapar completamente as pernas!) levou-nos a desembarcar e procurar na cidade.

As informações sobre a cidade na wikipédia são escassas, mas de qualquer forma aqui vão!

La Spezia é uma comuna italiana da região da Ligúria, Província da Spezia, com cerca de 91.027 habitantes. Estende-se por uma área de 51 km², tendo uma densidade populacional de 1785 hab/km². Faz fronteira com Arcola, Follo, Lerici, Portovenere, Riccò del Golfo di Spezia, Riomaggiore, Vezzano Ligure.

A saída do porto faz-se de autocarro (gratuito) pois o porto industrial não deixa circular peões no seu interior. O terminal fica mesmo em frente à cidade, por isso é muito fácil visitar a cidade.

Como o que queríamos era encontrar um aloja onde comprar as roupas fomos caminhando em direção ao centro da cidade onde estaria localizado a maioria do comércio.

Sem grandes preocupações culturais ou geográficas fomos andando pelas ruas do centro histórico, tirando umas fotos ao que íamos vendo.

Rapidamente regressamos ao porto, onde podemos tirar algumas fotos ao Symponhy atracado e relembrar o tamanho daquela jóia da engenharia.

O navio é tão grande que até tivemos dificuldade em enquadrar as fotos pois não conseguimos encontrar um local onde, numa foto coubesse o navio todo.

Uma das fotos que tiramos sempre é da nossa varanda vista do exterior do navio. Para isso as meninas subiram ao camarote para conseguir identificar qual a nossa varanda.
Após o almoço, já mais refeito da lesão sofrida no Flowrider, era altura para experimentar uma vez mais, primeiro o Zip Line.

E depois o Ultimate Abiss!



Aproveitando que a saída do Ultimate Abiss era na Promenade, a Beatriz foi mais uma vez fazer a parede de escalada, tentando superar o seu anterior registo. Não conseguiu, pois diz que é um bocado assustador quando se olha para baixo desde a parede de escalada.

A Sofia também aproveitou o tempo por lá e brincou mais um bocado por aqueles lados.


Na Promenade do Symphony podemos encontrar o Aquatheather, a já falada saída do Ultimate Abiss, o carrossel, vários restaurantes e lojas.


Uma zona sempre muito movimentada, com uma novidade face aos antecessores, o restaurante Playmakers Sports Bar & Arcade. Um restaurante (pago!) onde os desportos são o tema principal e onde se pode assistir pela televisão à transmissão dos grandes eventos desportivos em direto. Em agosto, o futebol inglês e espanhol estavam em destaque, mas também basquetebol e futebol americano.

Apenas visitamos uma vez o restaurante, pelo facto da comida ser paga e existirem alternativas gratuitas noutros locais do navio.

Nesta altura a Sofia quis ir até ao clube infantil, enquanto fomos apanhar um pouco de sol até às piscinas.

Às 17:30h terminavam as atividades gratuitas no Adventure Ocean e fomos lanchar ao local habitual, o Park Café!

Entretanto eram horas de preparar para o jantar e regressamos ao camarote.

Ainda antes do jantar tínhamos o segundo espetáculo de patinagem no gelo, o ISkate 2.0, um espetáculo sem possibilidade de reserva e onde eram demonstrados os dotes de patinagem dos atletas. Sem uma história para contar, apenas acrobacias em patins!

Chegamos cedo para garantir um bom lugar e deixamos de seguida um vídeo do show. Nós gostamos, vocês tirem as vossas próprias conclusões!

O jantar foi o mais rápido que fizemos durante o cruzeiro pois tínhamos ainda outro espetáculo para ver nessa noite. Avisamos no restaurante desse facto e fomos servidos em tempo recorde. Excelente trabalho da Royal.

A ementa dessa noite:

E as nossas escolhas:

A última atração da noite era o show aquático HIro, realizado no Aquatheather.

A história trata de 2 tribos inimigas que após anos em lutas constantes se unem em harmonia para o bem comum. Não é fácil perceber isso ao ver o show, mas todas as atuações, acrobacias e efeitos luminosos são muito atrativos e captam a atenção constante dos espetadores sempre havidos de mais alguma surpresa.

Como filmamos, quase o espetáculo todo, não temos fotos, mas esta é uma daquelas situações em que a imagem perde face ao vídeo, por isso aqui fica o vídeo que fizemos.


No final, eram horas de regressar ao camarote e descansar, finalmente!

À nossa espera estava esta criatura “estranha”!

Até amanha, em Civitavechia!