sábado, 13 de junho de 2009

As Noites Brancas do Baltico - Helsinquia - Finlandia

7º Dia - 13/06/2009 - Helsínquia - Finlândia

Após a azafama normal da ultima noite a bordo, desde logo com o deixar as malas “arrumadas” antes de dormir para as deixar fora da cabine. Também fizemos as despedidas dos companheiros de viagem. Assistimos ao espectáculo de despedida, tomamos uma bebida num dos bares do Zenith e recolhemos aos nossos aposentos. A noite “ganhou” uma hora já que atrasamos os relógios ao sair da Rússia em direcção à Finlândia.

Chegamos a Helsínquia logo pela manha cedo, e segundo indicações tínhamos que deixar a cabine livre por volta das 8h. Não fomos totalmente pontuais, mas o atraso foi pouco e alguns minutos depois da hora prevista estávamos a deixar o Zenith pela penúltima vez, para nos dirigirmos ao centro da cidade.

Como o nosso avião estava marcado para as 19h, fomos informados que nos recolhiam às 13:45h. Optamos por conhecer a cidade por nossa iniciativa e aproveitar o almoço no barco. Apanhamos o autocarro 16, mesmo junto ao porto, e cerca de 20-30 mts depois estávamos no centro da cidade.

Descemos junto da Catedral Luterana:


Como a cidade é relativamente pequena optamos dar uma vista de olhos a pé:




Exploramos a zona do porto com o seu mercado:





Subimos um monte para visitar a Catedral de Uspenski:



E fomos deambulando pela cidade apreciando a sua pouco vida (aquela hora da manha, acho que a maioria dos finlandeses ainda dormia):

O parlamento:









No final da manha regressamos ao barco para a última refeição “à borla” e regresso a casa.

As malas no terminal de cruzeiros!

Já no regresso:












Aproveito esta etapa final para fazer alguns comentários pessoais ao cruzeiro em si. A Pullmantur desde a sua aquisição pela Royal Caribeean, posicionou-se no mercado espanhol como operador ao gosto do público espanhol e também um pouco ao gosto português, publico que não se importa muito com a qualidade do barco, mas que quer comer e beber à “fartazana”. Claro que com isto não quero dizer que toda a gente é assim, eu pessoalmente acho que não sou. Tudo isto para dizer que relativamente ao cruzeiro que fiz em 2006, a qualidade diminuiu, não tanto o tipo de barco, já que por ai a coisa está mais ou menos igual, mas sim pela qualidade dos menus que passou mais a privilegiar a quantidade em detrimento da variedade e da qualidade. Por exemplo os copos de plástico nos bares não lembra a ninguém, acho eu! A animação também acho que foi mais fraquinha se tivermos em conta que os preços subiram consideravelmente face ao passado.

Não quero dizer que esteja arrependido de ter escolhido a Pullmantur para fazer este cruzeiro, mas no futuro talvez equacione outra companhia, com os voos à minha medida, com a companhia que eu escolher, porque por ex. o espaço para as pernas nos aviões da Pullmantur é uma autêntica vergonha (não quero sequer pensar fazer uma viagem para o Caribe em turística!!!)

Finalmente quanto ao report, não sei se consegui os objectivos pretendidos. Se não consegui, tentei pelo menos. Espero ter conseguido transmitir a imagem que fiquei dos sítios que visitamos e mostrar o que estas cidades maravilhosas (mais umas que outras) têm para mostrar.

Bom, acho que não é um adeus, mas sim um até sempre!!!