terça-feira, 3 de janeiro de 2006

Paris - França - 3 Janeiro 2006



3 Janeiro 2006 - Paris


O nosso último dia em Paris começou com uma das partes mais ingratas de qualquer viagem: ter de voltar a colocar toda a roupa de volta na mala. Além do trabalho que isso implica, normalmente é sinal que as ferias terminaram.

  
Tomamos o último pequeno-almoço e saímos em direção à Torre Eiffel para finalmente subirmos ao topo.

Mais uma vez utilizamos o metro para rapidamente chegarmos ao Champs de Mars, onde fica localizado o principal monumento de Paris.

  
Monumento emblemático e símbolo da França, a Torre Eiffel Paris (http://www.toureiffel.paris/pt/), construída pelo arquiteto Gustave Eiffel para a Exposição Universal de 1889, é hoje o monumento pago mais visitado do mundo. Esta "Dama de Ferro", que domina a capital com os seus 324 metros de altura, situa-se na extremidade do Champ-de-Mars, às margens do rio Sena, na proximidade da Praça de Trocadero e do jardim do Trocadéro. A torre guarda em si diversos segredos e recantos românticos.


No 1° andar desta obra-prima da arte mecânica que inspirou tantos poetas, uma série de animações contam a história e os acontecimentos que tiveram como cenário a Torre Eiffel. Neste mesmo andar, um restaurante e algumas lojas acolhem os visitantes para um momento de compras e um piquenique requintado.


O 2° andar oferece um panorama impressionante e um restaurante gastronômico. No 3° andar, aproxime-se das nuvens e desfrute de uma vista extraordinária de 360° e descubra o apartamento privado de Eiffel.


Paris vista do topo da Torre é um momento mágico! Quando cai a noite e ao anoitecer a Dama cintila com todo o seu brilho tal e qual um diamante, marcando o passar das horas: um espetáculo inesquecível para todos aqueles que são apaixonados por Paris.

Como o nosso voo estava marcada para o final daquela tarde chegamos à conclusão que ainda tínhamos algum tempo disponível pelo que decidimos ir conhecer o local onde a princesa Diana sofreu o acidente que acabou por resultar na sua morte.


A 31 de agosto de 1997, Diana, Princesa de Gales, foi morta num acidente dentro do túnel da Ponte de l'Alma, em Paris, acompanhada de seu então namorado, Dodi Al-Fayed, e com o motorista deste, Henri Paul. O guarda-costas de Fayed, Trevor Rees-Jones, foi o único ocupante do carro que sobreviveu ao acidente.

Uma investigação judicial francesa de dezoito meses concluiu, em 1999, que o acidente de carro que matou Diana foi causado pelo próprio motorista, o qual perdeu o controlo do veículo em alta velocidade enquanto embriagado e sob forte efeito de antidepressivos.

Desde essa data que junto ao túnel foi construído um memorial não oficial de homenagem à princesa Diana, onde diariamente são colocadas flores e escritas mensagens por admiradores.


E no regresso ao hotel para apanhar as malas ainda conseguimos tirar uma foto da Torre Eiffel com uma luz especial.
  
E assim terminou a nossa escapadinha a Paris. Não será seguramente a ultima vez que visitaremos esta cidade, até porque ficaram muitas coisas para ver e a cidade tem uma atmosfera especial que atrai os visitantes.

Por agora e tudo e até um dia destes… algures por aí!