sábado, 19 de março de 2005

Praga - Republica Checa - 19 Março 2005



19-20 Março 2005 -Praga - Republica Checa


Depois da visita que fizemos a Budapeste na Hungria, definitivamente ficamos fãs da europa central e de leste, pelo que não perdemos tempo a arranjar um novo destino por estas bandas: desta vez Praga, na Republica Checa.

Como não queríamos andar pela cidade numa altura em que a mesma estivesse coberta de neve tivemos de esperar pela segunda metade do mês de março para fazermos a nossa visita, mais concretamente a 19 de março de 2005.

Voamos mais uma vez com a Lufthansa, via Frankfurt e chegamos ao aeroporto Václav Havel já noite fechada e com um frio de rachar. Rapidamente apanhamos um táxi até ao hotel onde iriamos ficar alojados por aqueles dias, o Hotel Diplomat da cadeia Golden Tulip.

O Hotel Diplomat é um 4*, encontra-se a poucos passos da Estação de Metro Dejvicka e fica a 5 minutos do centro da cidade de Praga usando o metro.

Inicialmente estávamos com algum receio com a localização deste hotel, pois a qualidade do mesmo era evidente, mas ficava muito afastado do centro e apesar da indicação que estava localizado junto a uma estação do metro, nestas coisas nunca fiando.


Os nossos receios não tinham razão de ser e além da qualidade dos quartos ser muito boa, tivemos direito a alguns dos melhores pequenos almoços que já comemos em hotéis. Recomendo sem duvida nenhuma.

O nosso primeiro amanhecer em Praga foi cheio de vontade de sair e ir conhecer a cidade e os locais que já tínhamos previamente assinalado no guia American Express, a nossa companhia de sempre. Como curiosidade e "off-topic" podemos dizer que cá em casa existe uma prateleira inteira só destes guias sensacionais e indispensáveis para quem quer conhecer uma cidade.

Saímos numa estação de metro no centro da cidade junto ao Castelo e nada melhor que começar a visita à cidade pelo seu castelo.

O Castelo de Praga fica na Colina Hradcany, local onde foi fundada a cidade. É uma das construções mais importantes da cidade, fundado no Século IX e atualmente serve de residência presidencial, antigamente habitado pelos reis da Boêmia.


No seu interior encontra-se a Catedral de S. Vito, o Palácio Real do Castelo de Praga, a Torre Dalibor, o Convento de São Jorge, e o Palácio Lobkowicz.

O Castelo de Praga está no Guinness Book como o maior castelo do mundo, pois a sua área ocupa mais de 72,5 mil m². Atualmente a vista do Castelo é um pouco diferente do aspeto que estamos habituados a encontrar em outros castelos.

Todo o conjunto é dominado pelas imensas torres da Catedral de S. Vito, que teve sua construção iniciada em 1344 e finalizada apenas em 1929, cujas torres elevam-se também sobre todos os prédios da cidade.


Passear pelo Castelo de Praga é uma experiência fascinante, cada construção mais linda do que a outra e a história que essas construções guardam são memoráveis. Nesse dia nosso passeio foi rápido, ainda voltaríamos outro dia para explorarmos melhor o local e para assistir ao render da guarda, um dos ex-libris da cidade.

Descemos para o centro velho da cidade onde fica a Ponte Carlos, um dos pontos turísticos mais procurados em Praga. Esta ponte é a ponte mais velha de Praga e a segunda ponte mais antiga da República Checa. A ponte atravessa o rio Vltava (rio Moldava em português) e sua construção, em estilo gótico, teve início em 1357 a pedido do rei Carlos IV.

Como a ponte era a única forma de atravessar o rio, ela acabou por se tornar na via de comunicação mais importante entre a cidade velha, o Castelo de Praga e as zonas adjacentes até 1841.


A ponte está decorada com 30 estátuas situadas de ambos os lados. A maioria delas foram construídas entre 1683 e 1714, em estilo barroco, representando vários santos e patronos venerados na época da construção. Entre as esculturas mais notáveis, podemos encontrar as de São Luthgard, o Calvário  e a de São João Nepomucemo.

A partir de  1965, todas as estátuas foram sendo substituídas por réplicas, estando as originais no Museu Nacional, protegidas de roubos e outros atos de vandalismo.

O passeio do dia foi basicamente pelo Castelo de Praga e pela ponte Carlos, passando também por algumas encantadoras ruazinhas da cidade.

O dia chegava rapidamente ao fim pois ainda estávamos numa altura do ano em que escurece muito cedo e queríamos aproveitar para descansar pois o dia foi muito "acelerado" e não tínhamos dormido muito no dia anterior e já faltavam as energias.

Amanha continuaremos na cidade.

Até lá!