sábado, 29 de maio de 2010

Rep Dominicana - Gran Bahia Principe Punta Cana!!! Parte I

Dia 29 de Maio de 2010 - Lisboa - Punta Cana

A viagem começou cedo, logo às 6:00h da manha para apanhar o comboio inter-cidades em Espinho até Lisboa (problema de quem vive fora de Lisboa!!!). após um pequeno susto com o comboio a ficar parado em plena linha na zona de Santarém devido a obras, cheguei a pensar que iria chegar tarde ao aeroporto!

Como tinha escolhido os lugares pela internet, o efeito foi nulo já que os meus lugares estavam garantidos (por 30€ pudemos viajar com todo o espaço imaginável, recomendo sem duvida!!!). O voo era o OBS103 operado pelo A330 da Orbest. Partimos à hora marcada (13:00h) e tivemos pela frente 8:30h de viagem (segundo o comandante, fomos prejudicados pelos ventos fortes de frente!) com relativa tranquilidade já que a semana foi de trovoada lá pelas Caraíbas. Único senão, o ar condicionado que gelava completamente o interior do avião. Não consegui perceber porquê, já que no regresso a temperatura esteve normal!


À chegada, o famoso "bafo" de 32 graus que me embaciaram completamente a lente da maquina e me fez a vida negra para conseguir tirar uma fotografia à chegada.

Transfer extremamente eficaz, inclusive a distribuição das pulseiras no próprio autocarro dispensando a demora do check-in. Pelo que fomos logo conduzidos ao quarto pelas carrinhas do complexo Gran Bahia Príncipe.


A escolha deste hotel justifica-se pelo conselho do funcionário da agencia de viagens e também porque oferecia a criança, pagando apenas as taxas, pelo que nem hesitamos!

Escuso de dizer que o complexo é enorme, efectivamente talvez grande demais para que o serviço possa ser personalizado. Não se consegue tranquilidade absoluta, já que existe sempre alguém a deslocar-se de um lado para outro, inclusive às 6:00h quando eu, madrugador como sou, fazia o meu jogging matinal. Para tranquilidade e "paz" sugiro talvez o novo hotel do complexo, o Esmeralda, que me pareceu muito mais tranquilo, tendo todas as comodidades no seu interior e ainda podendo usar as partes comuns do complexo todo. Seria esta a minha opção, hoje, apesar de ser mais caro, suponho!


Ao contrario de outros colegas cá do fórum, caminhei imensas vezes toda a distancia que vai da praia até aos restaurantes / recepção, sendo o único inconveniente o calor que sempre se faz sentir. Sempre dava para ir conhecendo o complexo. Sendo considerado um resort 5*, acho que pelos padões europeus ficaria melhor como 4*!!!

Quanto ao tempo encontrado, não sei se é habito nesta altura ou se foi puro azar, passamos uma semana a olhar para o céu negro (ou perto disso!) e com poucos momentos de sol. Claro que com 30 graus uns pingos de chuva até refrescam e não vi ninguém abandonar a piscina ou praia por causa disso.



Penso que escolhemos uma semana em que o hotel não estaria muito concorrido, já que até para as espreguiçadeiras não tive qualquer dificuldade, sendo que apenas as marcava cedo para conseguir mesmo junto à piscina principal das crianças, já que como prefiro praia dava para contentar a família toda ficando um bocado em cada lado.

A praia, que já conhecia de fotos aqui do fórum não me surpreendeu, apenas tenho a referir que nunca faltou local com sombra para deitar. Apenas saliento, que esperava encontrar a agua um pouco mais quente, talvez as expectativas fossem demasiado elevadas. Poucas ondas, poucas algas também não tenho "reclamações" a fazer, pelo contrario tenho é saudades!!!

 
Tal como já referi utilizamos preferencialmente a piscina junto à praia, mas também uma que ficava próxima do nosso quarto e nada tenho à apontar, já que sempre estivemos à vontade para nadar como quiséssemos que ninguém incomodava. Apenas, fiquei algo desiludido já que escolhi o nº do quarto aqui em Portugal (funcionalidade grátis até 31.05) numa zona calma e com uma piscina em frente. Quando cheguei deparo-me com a utilização exclusiva dessa mesma piscina pelos hospedes do clube hacienda, quando cá me foi garantido que a poderia usar. Nada que seja demasiado grave, já que a mais seguinte ficava a 50/100 mts apenas era necessário atravessar a rua.

O quarto, escolhi o 30209, seria cama King Size e ao chegar verifico que eram 2 camas. Ainda pensei em reclamar mas como podia juntar as camas sem dificuldade não me dei ao trabalho sequer. Quarto muito bom, com espaço para uma criança de 3 anos circular sem dificuldade e sempre muito bem limpo e arrumado.


A comida talvez seja um dos itens mais polémicos nestas andanças, isto porque os gostos são relativos e tenho esse mesmo exemplo no seio da minha família: eu prefiro carne a peixe e gosto de experimentar tudo o que me pareça ter bom aspecto, pelo contrario a minha esposa gosta de comida mais suave, sem grandes temperos e confeccionada da forma mais simples possível. Resumindo, eu nunca tive dificuldade em escolher o que comer ; a minha esposa pelo contrario queixava-se que o peixe era sempre o mesmo e normalmente frito (ou parecido!) e a carne demasiado apurada e rija. Uma coisa que notei foi o facto de a fruta ser sempre a mesma, i.e. ananás, manga, papaia e melancia. Aspecto positivo foi a ausência de filas para as refeições, aspecto que tinha algum receio, isto, sempre relativamente aos buffets.


Quanto aos jantares temáticas, a coisa piora bastante, porque, avisado, tentei marcar logo no 2º dia. As opções eram pescador, japonês e francês. Chego às RP do hotel e o El Pescador estava esgotado! Como?, pergunto eu, ao que acabou por ser confidenciado pela funcionária que normalmente os hospedes alojados nos clubes e nos hotéis Âmbar e Esmeralda como tinham prioridade ocupam as vagas existentes. Escolho o Italiano e quando vou escolher os outros 2 recebo a informação que as outras escolhas são automáticas, i.e. eles decidem onde vou jantar, e melhor ainda, queriam que eu fosse jantar ao restaurante japonês às 18:30!!! como neguei recebo a indicação que essas eram as regras! Pelo menos que não dissessem que podiam escolher jantares temáticos! Fiquei-me pelo buffet, já que ai pelo menos ai a escolha era minha, tanto nas horas, como na ementa, dentro das limitações, é lógico.

A animação efectuada durante o dia, pouco me diz, sendo que quanto à nocturna achei fantástico o show do Michael Jackson . O resto achei um pouco fraquinha, mas também não exijo mais já que o objectivo era descansar e sempre me recolhi cedo, até porque a minha filha não aguentava até tarde depois do dia todo na piscina e praia.


O serviço de bar, no sistema tudo incluído, deixa muito a desejar. A qualidade das bebidas é fraquinha e depois o objectivo é servir "quantidade" e não qualidade. Só para dar um exemplo pedi uma caipirinha e qual não é o meu espanto quando vejo prepara-la com Rum. Inicialmente não gostei, mas pensei que se calhar o sabor não era muito diferente, e não era! Posso no entanto confessar que não sendo um grande consumidor de álcool fui experimentando as sugestões que me eram dadas. Ao contrario do que já li aqui, sempre fui servido em copos de vidro quando me desloquei ao bar do lobby. Na piscina, copos de plástico como acho que é lógico!

Já a seguir a excursão à Ilha Saona...